Google+ Kawaii : Recomendações de Animes Shoujo!: Akai Ito: Seu destino em um fio...

Akai Ito: Seu destino em um fio...



Olá, pessoal! Aqui quem fala é a Yayoi! Hoje vamos falar sobre uma lenda, relativamente, famosa: Akai Ito.
De acordo com as minhas fontes, Akai Ito significa fio vermelho (ou linha vermelha), e este fio vermelho estaria preso a duas pessoas, destinadas a se amarem eternamente.


A linha vermelha é amarrada por Deus nos dedinhos dos amantes, e o Akai Ito pode ser mais longo, o que significa que as pessoas demorarão mais para ficarem juntos; ou curto, o que significa que irão se encontrar mais rápido.
O Akai ito não pode ser rompido, mas pode ter vários nós, as complicações do romance.
O meu Akai Ito deve ter uns três quilômetros, e uns quinhentos nós diferentes!

Vamos às lendas originais:


Debaixo da escura noite, iluminada apenas pela brilhante lua cheia caminhava, apressadamente, para a sua casa um pequeno menino. Enquanto caminhava encontrou um velho, sentado embaixo de uma árvore observando a grande lua.
– Boa noite rapaz! – Disse-lhe humildemente o velho que, na realidade, era o Deus Xia Lau Yue. O menino nunca antes vira o velho, por isso, continuou o seu caminho sem lhe prestar atenção.
– Sabes! – continuou o velho. – Devias começar a preparar-te para o teu destino. Já não falta muito para te tornares um homem e, como todos os homens, precisas de arranjar uma esposa.
O menino era ainda muito jovem e não mostrava nenhum interesse em se casar. – Eu nunca vou me casar. – Disse amargamente. – Isso só o destino pode dizer… Completou o ancião. – E sabes o que ele diz agora? Mesmo não estando a gostar muito da conversa o menino acenou que não com a cabeça.
Mesmo assim o velho homem continuou… – O destino diz que te casarás com a jovem que estiver do outro lado da corda que amarrei ao teu tornozelo. Pela primeira vez, o menino conseguiu ver a corda vermelha amarrada ao seu tornozelo, que se estendia no chão formando um estreito caminho cor de sangue.
Na outra ponta da corda estava uma jovem menina, sentada à porta da sua casa, observando o céu escuro da noite. O menino não queria acreditar no que os seus olhos viam, pegou então numa pedra e atirou-a ao rosto da garota, pensando que aquilo seria o suficiente para mantê-la longe dele para sempre.
Em seguida, limpou as mãos sujas de terra nos calções e correu, correu como nunca antes havia corrido, passando por tortuosos caminhos, deixando completamente emaranhada a corda vermelha que continuava amarrada ao seu tornozelo, mas que por algum motivo, já não conseguia ver.
Passaram-se anos, e o menino de outrora tinha-se transformado num belo homem cobiçado por muitas mulheres. Ele sabia que tinha de desposar uma daquelas jovens para honrar a sua família, dando-lhe continuidade, mas a verdade, é que nenhuma daquelas mulheres lhe interessava. Na aldeia, diziam que mesmo que procurassem pelo mundo inteiro jamais encontrariam uma dama que lhe agradasse.
Certa noite, o menino, agora já homem, esquecido da conversa que tinha tido com o velho a anos atrás, caminhava debaixo da lua cheia, pensando que talvez nunca conseguisse encontrar  o seu par ideal. Foi então que, passando por uma das casas da região, viu a silhueta de uma mulher.
Pela primeira vez, pressentiu que aquela era a mulher com quem queria passar o resto da vida, mesmo que dela conhecesse apenas a sua silhueta. Essa jovem, por quem tão abruptamente se apaixonara, era conhecida como sendo uma das mais belas mulheres da vila, contudo raramente saia de casa por ter vergonha de uma cicatriz em seu rosto.
Contudo, pelo arranjo de seus pais, os jovens acabaram comprometidos, marcando seu casamento. No tão esperado dia, a jovem não mostrou o rosto, mantendo-o escondido sob o tradicional véu. No entanto, no fim da cerimônia, quando se encontravam sozinhos, o homem perguntou-lhe por que motivo ela ainda cobria o rosto. – Acredite, não vai querê-lo ver. É feio e está marcado por uma horrível cicatriz. – Respondeu. – Quando era pequena, um rapaz atirou-me uma pedra ao rosto, deixando uma cicatriz sobre a minha sobrancelha.
Aquelas palavras trouxeram-lhe à memória aquela noite. A noite em que tinha falado com o velho, o deus Xia Yue Lau. E com um suave movimento retirou o véu da sua esposa, deparando-se com a mais bela mulher que alguma vez havia visto. Nesse dia o jovem percebeu que não adianta fugir, pois o destino do Akai Ito será sempre cumprido.”

Ou seja, se você encontrar um velhinho estranho na rua, concorde com ele em tudo que ele disser, pois ele pode ser um Deus Chinês disfarçado, que irá te lembrar das cagadas amorosas que você fez... Brincadeirinha, a verdadeira moral seria que o destino sempre vai se cumprir, mesmo que você deseje fazer diferente.
Dicas da Yayoi
Como a maioria dos contos Orientais (na verdade, a maioria dos contos mitológicos) gostam de colocar uma desgraceira e moral mais forte nessas histórias, aí vem uma história cheia de drama:
“Um homem caminhava tranquilamente pelas montanhas. Caminhava feliz, pois ia visitar a sua pretendida noiva. De repente, um velho homem apareceu diante dele. -Sendo eu o Deus Xia Lao Yue, tenho o poder de ver a corda vermelha que liga uma pessoa à outra. E posso alertar-lhe que a pessoa que estás a ir visitar agora não é a tua destinada e, se casares com ela, não será feliz. A pessoa a quem a corda te liga é aquele bebê. – Disse, apontando para um bebê que dormia no colo de sua mãe.
O homem não acreditou numa única palavra de Xia Lao Yue e, apaixonado e cego pela raiva diante de tal revelação, encarregara o seu criado de matar a pretensa criança, ateando fogo na casa em que a mesma morava. No entanto tudo o que o Deus lhe dissera era verdade.  O homem não estava ligado à sua noiva, e foi muito infeliz durante todo seu casamento, até se tornar viúvo.
Passaram-se muitos anos e, um dia, quando já tinha perdido toda a esperança de voltar a ser feliz, estava novamente a andar pelas montanhas quando encontrou uma bela mulher. Sem saberem o que tinha acontecido no passado, os dois se apaixonaram perdidamente e se casaram, descobrindo finalmente a felicidade. Por se amarem, e para não terem segredos um para com o outro, o homem contou tudo o que havia feito no seu passado.
A jovem desatou a chorar, e entre soluços disse: – Aquela garotinha era eu, perdi tudo, meu pai, irmãos… Mas minha mãe me embrulhou em um pano molhado e me salvou.
A verdade era um fardo muito doloroso e resolveram se separar.
O velho deus Xia Lao Yue, ficou muito triste com os dois, pois seu amor era sincero. Então, reatou no tornozelo do homem e da jovem o fio vermelho, na esperança de que os dois se reencontrem um dia…”


Akai Ito nas telinhas...


Há um dorama, de mesmo nome que a lenda, que explora muito bem a temática do Akai Ito.

Sinopse: Akai Ito é uma lenda existente no Japão, que diz que suas pessoas nascem já destinadas uma a outra. Elas estão ligadas por um fio invisível amarrado em seus dedos mindinhos e essa linha nunca será partida. Mei e Atsushi nasceram no mesmo dia, 29 de fevereiro de 1992. Em seus aniversários de 8 anos se encontraram por acaso e de depois nunca mais se viram. Porém Atsushi acaba sendo transferido para o mesmo colégio de Mei, para a mesma sala e na carteira ao seu lado. Além das coincidências do destino, há muitos obstáculos na vida para ultrapassarem se os dois realmente querem ficar juntos.
Eu ainda não assisti o Dorama, mas, deixem a opinião de vocês sobre esse Dorama.

Fanfics com o Tema:

Entrando nessa minha parte, posso dizer que eu já li umas boas fanfics com esse tema, Ultimamente, eu estou lendo uma de Saint Seiya (que novidade...).

No começo eu gostava bastante, porém, agora eu tô achando meio louca a relação entre o casla principal, e... Ah, sei lá, eu vou acabar lendo tudo mesmo...

Bem, por hoje é só, e eu espero que vocês tenham gostado!


Beijos da Yayoi!

3 comentários:

  1. Olá! Eu já tinha ouvido falar do Akai ito, mas nunca tinha lido essas lendas. Adorei. Quem sabe não escrevo uma fic com o tema também? Bye!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, mande o link assim que você escrever!!! Sou apaixonada por essas histórias!!!
      Obrigada por ter lido!!! :3

      Excluir